Descrição das Habilidades

Ir em baixo

Descrição das Habilidades

Mensagem por Ministério da Magia em Seg Mar 03, 2014 7:28 pm


descrição das habilidades
Animagos Registrados e Ilegais – Animagos são os bruxos que adquirem a habilidade de se transformar em animais sem o uso da varinha. Não é possível que se nasça com a animagia, é preciso muito estudo e prática para que um bruxo consiga a transformação perfeita, mas, depois da primeira transformação é mais fácil se transformar novamente, à medida que a habilidade vai crescendo e decorrendo. Geralmente, a primeira vez que se transforma é quando se está em uma situação de risco e necessidade.

O Ministério insiste em registrar os portadores desta habilidade porque esta pode ser utilizada em atividades secretas e criminosas, mas nem todo animago ilegal não é registrado por estes motivos. Estes que não são registrados, se pegos podem ser levados ao Ministério onde terão de ser julgados e responder a alguns processos.

Um animago é diferente de um bruxo transfigurado – aquele que usa da varinha para se transformar – por várias razões. Os portadores da habilidade, por exemplo, podem raciocinar como se estivessem na forma humana, ou seja, mantêm a consciência humana. Já o bruxo transfigurado, perde esta consciência humana, se transformando em animais por inteiro e precisam que outra pessoa os transforme em humanos de novo.

Clarividentes - Clarividência é a capacidade de ver para além dos sentidos, do meio físico. O bruxo clarividente consegue ver além, tendo a capacidade de prever o futuro, relembrar o passado visto de óticas diferentes e também ver o presente que se passa em outro lugar. Ele vê não só o que acontece consigo mesmo, mas o que ocorre com outras pessoas também, em qualquer que seja o tempo (presente, passado ou futuro). É capaz de fazer profecias, mas apenas quando está inconsciente, não se lembrando delas e nem que fez alguma. Geralmente vêm da casa Corvinal, em Hogwarts, visto que sua fundadora, Rowena Ravenclaw, era clarividente. Em Beauxbatons, costuma vir dos alunos da Sage, correspondente da Corvinal, casa da qual também possui um fundador clarividente: Gaspard Sage Levesque.

Meio-Veelas – Os meios-veelas são descendentes de veelas.  A veela se assemelha bastante a uma mulher muito bela, contudo não é humana. Possui uma pele que brilha como o luar e cabelos louro-prateado que se abrem em leque sem que haja vento algum. Ao vê-la dançar, os homens ficam em estado de hipnose, esquecendo momentaneamente de tudo ao seu redor, querendo apenas observá-las e acabam por cometer atos inconscientes. Ao longo dos anos, descendentes dessas mulheres foram aparecendo, não tendo pele brilhante, nem usando de uma dança para hipnotizar pessoas. Estes bruxos de descendência possuem cabelos louros brilhantes e tem o poder de persuasão, sem precisar do auxilio de uma dança. Muitas vezes usam a habilidade inconscientemente, só percebendo o efeito desta quando veem alguém hipnotizado por sua beleza.

Os descendentes de veela podem ser homens, surtindo efeito sobre as mulheres e também podem ser mulheres, que surtem o efeito da persuasão nos homens. Geralmente os portadores de tal habilidade são da casa Noble, em lembrança da fundadora desta, Artèmise Noble Mandeville, também meio-veela.

Lobisomens – Os bruxos que possuem a licantropia não têm habilidades muito diferentes das que se vê em filmes. Podem nascer com o dom, – ou maldição – tendo herdado de parentes, de alguém da família, ou adquirem ao longo da vida, quando mordidos por outro lobisomem. Podem também ser chamados de licantropos. Transformam-se em lobos em toda lua cheia, a não ser que se beba da Poção de Acônito, que não chega a curar a licantropia, mas ajuda a controlar os sintomas. Quando transformado, o licantropo perde toda a noção de certo e errado e não tem consciência humana, podendo atacar a qualquer um, sem discrição. Mas ele só ataca seres humanos, como que querendo passar a maldição adiante.

Ofidioglotas – Ofidioglotas são bruxos que tem a capacidade de falar e entender a língua das cobras. Quando isso acontece, o portador da habilidade não percebe estar falando em outra língua e ouve a cobra como se ela falasse normalmente, na língua do ofidioglota. Já, as pessoas em torno podem ouvir os dois sibilando. O ofidioglota pode dar ordens, mas a cobra nem sempre obedecerá. É um dom raro, cujo se deve nascer com, não há como aprender. Os bruxos portadores de tal habilidade são vistos como bruxos das trevas, uma vez que era um dom muito usado por estes e, na magia negra. É uma habilidade mais comum da Persévérer, sendo a fundadora, Amandine Persévérer Feullière, portadora da ofidioglossia, mas nem todos que possuem tal habilidade tem as características “esquentadinhas” da Persévérer, então não é uma regra que todos estes sejam desta casa. Alguns usam a habilidade mais para o bem, pedindo para a cobra se afastar e protegendo outras pessoas.

Metamorfomagos – A metamorfomagia é a magia da metamorfose, habilidade que um bruxo tem de transformar suas feições e até partes do corpo, com exceção de sua composição: ossos, partes de ferro, entre outros. O dom pode ser controlado pelo portador, mas isto pode demorar, e enquanto isso, as cores de olhos e cabelos podem mudar diante do humor e das emoções do metamorfomago, o que o dificulta manter este controle. Não é possível que se adquira o dom, ele vem apenas ao nascer, os demais bruxos podem contar apenas com algumas poções criadas para mudar tons de cabelos e etc. É uma boa habilidade para quem precisa de disfarces. Quem possuiu o dom da metamorfomagia foi o fundador da Juste, Bernard Juste Huntington, tendo mais bruxos com tal habilidade na casa deste.

Legilimentes – A legilimência é o poder de penetrar a mente de qualquer pessoa, descobrindo desde o que ela está pensando no momento até as lembranças mais íntimas, além da clara interpretação dos resultados obtidos com essa extração. Quanto mais orgulhosa e sentimental uma pessoa for, mais fácil será extrair um sentimento dela. Há um método de bloquear a legilimência: usando oclumência. A legilimência exige contato visual para ser realizada corretamente. A invasão de mentes pode ocorrer de duas formas: 1 - Método avançado: não-verbalmente; 2 - Método comum: executar o encantamento Legilimens.

Oclumentes - Pode ser considerado o poder de bloquear a própria mente. Ser bom em oclumência significa impedir que outros bruxos possam ver lembranças ao tentarem entrar em sua mente, por meio do feitiço Legilimens. A oclumência foi considerada por muitos anos instrumento das trevas. O oclumente é capaz de se proteger de invasões mundanas a sua mente, a repelir o efeito da Veritasserum, de Poções do amor e da Maldição Imperius. Há poucos oclumentes verdadeiramente bons no assunto, pois se liberar das emoções, apesar de parecer fácil, é extremamente difícil.
avatar
Ministério da Magia
Administrador
Administrador

Mensagens : 81
Data de inscrição : 26/06/2013
Localização : França

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum